A influência dos estoques de petróleo americanos

No âmbito do trading de petróleo on-line, você deverá utilizar certas informações econômicas e fundamentais a fim de realizar uma análise precisa da situação do mercado e, principalmente, ser capaz de antecipar as futuras movimentações dos preços do barril de petróleo bruto. Se você negociar o WTI, notadamente, a análise dos estoques petrolíferos americanos não deverá ser negligenciada, pois lhe trará informações preciosas para tomar suas posições em curto prazo, e ajustá-las, eventualmente, em mais longo prazo. Juntamente com o valor do dólar e os níveis de produção, o volume dos estoques americanos é um dos elementos mais influentes sobre a cotação do petróleo bruto. Vejamos então como se manifesta essa influência.

 

O que são os estoques petrolíferos americanos?

Os estoques petrolíferos americanos são um dado calculado semanalmente pelo Departamento de Energiados Estados-Unidos. Os estoques dos quais se trata aqui são aqueles que se encontram nas empresas americanas utilizadoras dessa matéria-prima e que, portanto, são compradoras importantes.

Encontram-se esses dados sobre estoques a cada semana no calendário econômico, bem como os estoques de gasolina e de destilados. É o API (American PetroleumInstitute) que se encarrega dessa publicação semanal e é possível acessar esse calendário a partir de qualquer plataforma de negociação on-line.

 

Como funcionam os inventários do petróleo nos Estados-Unidos?

Os inventários do petróleo nos Estados-Unidos são efetuados semanalmente pela EIA (Energy Information Administration) dos EUA. Trata-se de contabilizar os estoques de petróleo bruto (Crude) acumulados pelas empresas norte-americanas.

É outra entidade, a API (American Petroleum Institute), que é encarregada da publicação oficial desses inventários, também efetuada semanalmente, geralmente às quartas ou quintas-feiras, ao mesmo tempo que os estoques de combustíveis e destilados. O estado dos estoques americanos é transcrito no calendário econômico que pode ser encontrado on-line, mas que também é fornecido por todas as corretoras CFD.

 

A influência dos estoques petrolíferos americanos sobre a cotação do barril:

A publicação dos estoques petrolíferos americanos é de suma importância para a análise do mercado petrolífero e a antecipação de sua evolução. Com efeito, as empresas acumulam seus estoques prevendo suas necessidades. Evidentemente, a medida da atividade econômica, tais estoques diminuem e, portanto, cresce a demanda. Inversamente, estoques que aumentam são frequentemente sinal de uma demanda fraca.

Por outro lado, quando os estoques baixam, as empresas tendem a comprar mais petróleo a fim de reconstitui-los rapidamente, o que pode levar a um aumento do preço em curto ou médio prazo. Ao contrário, estoques importantes levarão os compradores a reduzir suas encomendas, o que influenciará o preço do barril para a queda.

 

Como utilizar os estoques americanos para negociar com petróleo?

Como vimos agora, os estoques petrolíferos influenciam diretamente a cotação do petróleo bruto. Contudo, é preciso saber utilizar esse indicador corretamente. Efetivamente, os números dos estoques tal como publicados não permitem saber como pode evoluir a cotação do barril.

Analistas especializados desse mercado de petróleo publicam, a cada semana, previsões sobre esses estoques de petróleo. Quando as previsões são exatas, não há impacto real sobre a cotação do petróleo. No entanto, quando os estoques reais são significativamente superiores ou inferiores às previsões, aí sim há uma tendência para a alta ou a queda dos preços que se opera.

Tomar posição graças aos estoques petrolíferos americanos:

A publicação semanal dos estoques petrolíferos americanos é um excelente ponto de entrada no mercado de petróleo. Para tomar posição, na alta ou na baixa, cadastre-se diretamente em um broker credenciado.